Dicas para a bateria do carro durar mais

Com a responsabilidade de fornecer energia para a partida e também alimentar todo o sistema elétrico dos veículos, a bateria é considerada o coração do carro, atualmente. Os veículos modernos que têm invadido o mercado estão cada vez mais tecnológicos e cheios de acessórios que visam trazer mais comodidade e conforto aos motoristas e passageiros. Com isso, a bateria se tornou elemento fundamental para as diversas funções do carro, e não apenas para a partida.

 

Hoje em dia, os carros modernos funcionam por módulos, responsáveis em comandar todo o circuito de funcionamento do veículo. E é exatamente por isso que utilizar uma bateria de alta qualidade se tornou algo essencial. Quando a bateria utilizada está, de alguma forma, inadequada, o veículo pode apresentar alguns defeitos, como vidros que sobem e descem sozinhos, alarme que dispara sem motivo, alteração da marcha lenta e etc.

 

A primeira dica, portanto, é buscar as especificações técnicas sobre o modelo de bateria para o carro, além de optar por uma marca que ofereça segurança e alta qualidade. A título de informação, consertar/trocar um módulo queimado, devido à má qualidade da bateria, de um carro popular, pode custar de 3 a 5 mil reais em média. Se você não quer correr esse risco, não economize na bateria escolhendo marcas sem credibilidade.

 

Dicas práticas para fazer a bateria do carro durar mais

Depois de escolher uma bateria de alta qualidade é fundamental tomar alguns cuidados para aumentar a vida útil dessa peça.

 

  1. Verifique se há fuga de carga

Em primeiro lugar, verifique se o alternador está funcionando da forma correta. Algumas vezes, o alternador pode não fornecer a voltagem necessária para a bateria do carro ou, o contrário, fornecer mais voltagem do que a bateria necessita, fazendo com que a bateria descarregue ou sofra sobrecarga diminuindo ou até inutilizando a mesma. Também é importante verificar se não há nenhuma fuga de carga de lâmpadas, alarmes, módulos de som, que esteja consumindo a bateria com o veículos desligado.

 

  1. Evite ligar aparelhos elétricos com o carro desligado

Esquecer o farol ligado ou, até mesmo, utilizar o som do veículo com ele desligado fará com que a bateria descarregue, além reduzir consideravelmente a vida útil da bateria. Isso acontece muito quando as pessoas resolvem lavar o carro e deixam o som ligado por muito tempo, por exemplo. O tempo máximo que um equipamento eletrônico pode ficar ligado, considerando que o motor do carro esteja desligado, é de 20 minutos para não comprometer a bateria da veículo.

 

Para quem gosta ou deseja utilizar o som do carro, com o veículo desligado, por períodos mais longos, o indicado é a instalação de uma bateria auxiliar, que é colocada, geralmente, no porta-malas do carro.

 

  1. Não dê partidas em sequência

Acontece muitas vezes, por motivos diversos, de o carro não ligar na primeira tentativa de dar a partida. Com isso, algumas pessoas começam a virar a chave muitas vezes seguidas, sem dar um tempo de “respiro” para a bateria. O resultado é que, além de reduzir a vida útil, a bateria pode arriar. Caso aconteça de o carro não ligar na primeira tentativa, dê um intervalo de 15 a 20 segundos antes de tentar novamente.

 

  1. Cuidado com o Zinabre

A bateria contem ácido sulfúrico que, ao entrar em contato com o metal, acaba criando o zinabre, um pó que fica visível na parte externa da bateria. O zinabre isola o terminal do polo, impedindo a passagem da corrente elétrica. Por isso, assim que detectado o zinabre deve ser limpado e retirado da bateria. Uma forma simples de fazer isso em casa é usando uma mistura de água com sabão em pó. Basta jogar essa mistura sobre o zinabre e esperar alguns minutos para a reação.

 

Uma forma de evitar que o zinabre apareça na bateria é aplicando vaselina industrial e WD, logo na instalação da bateria. Isso faz com que a vida útil da bateria aumente, evitando os problemas que podem ser causados pelo zinabre.

 

  1. Baterias com manutenção devem ser revisadas a cada 90 dias

Quem opta pelos modelos de bateria com baixa manutenção deve ficar atendo e chegar o nível de água a cada 90 dias. O ideal é que esse trabalho seja realizado por um profissional. As baterias seladas e blindadas não demandam esse cuidado.

 

  1. A bateria deve estar bem fixada no suporte

A instalação da bateria de forma correta é fundamental para a sua vida útil. Caso a peça não seja fixada corretamente no suporte, a vibração pode acabar com a durabilidade da bateria, além de correr o risco de furar a caixa. Caso isso ocorra, o motorista perde, inclusive, a garantia da peça.

 

  1. Conte com um profissional de confiança

Para saber se a sua bateria está boa e funcionando da forma correta ou se precisa ser trocada, procure um profissional de confiança. Aqui, na AP Baterias, fazemos a checagem de forma gratuita e oferecemos as melhores marcas de baterias disponíveis no mercado. Garantimos instalação perfeita e o melhor atendimento pré e pós venda.

 

Para mais informações, entre em contato com a gente agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
1
×
Olá,
podemos te ajudar?