Como saber a hora certa de trocar a bateria dos veículos?

Fundamental para o funcionamento do carro, desde a partida até os equipamentos elétricos do veículo, a bateria precisa de cuidados e atenção para aumentar sua vida útil, no entanto, ainda mais importante do que os cuidados, é saber o momento ideal para troca. Apesar de existir alguns sinais de mau funcionamento, esse componente do veículo pode parar de funcionar sem prévio aviso.

 

A prevenção é sempre a melhor maneira de evitar esse tipo de problema e, para isso, é necessário informação. Você sabe quanto tempo, em média, dura uma bateria? Quais são os sinais de que a bateria está perdendo potência? Caso compre um carro usado, como saber se a bateria está boa? Confira a seguir as respostas para essas e outras questões, respondidas pelos profissionais da AP Baterias.

 

Os principais sinais de que a bateria do carro está ruim são:

 

  1. Dificuldade em dar partida

O enfraquecimento da partida é um dos sinais mais evidentes de que a bateria está começando a falhar. É possível perceber uma alteração no som da partida, inicialmente, até que o carro não ligue mais. Outra questão comum é a dificuldade em dar partida após utilizar aparelhos eletrônicos por curto período de tempo, com o carro desligado.

 

  1. Falhas nos sistema elétrico

Quando a bateria do carro não está funcionando perfeitamente, os sistemas elétricos do veículos começam a apresentar defeitos. Alguns desses defeitos são: desconfiguração das estações de rádio e do relógio, vidros elétricos com resposta lenta, disparo do alarme sem motivo aparente, além das luzes fracas, tanto dos faróis quanto as luzes internas.

 

Mas, afinal, quanto tempo dura a bateria de um carro?

 

Mesmo não acusando os defeitos citados acima, após cerca de 3 anos de uso, a bateria do carro deve ser trocada. Cada modelo e marca de bateria oferece um prazo de garantia diferente, podendo variar de 12 a 24 meses. As baterias com baixa manutenção exigem que o proprietário do veículo faça a checagem da água a cada 90 dias. Já as baterias seladas ou blindadas são livres de manutenção, mas, ainda assim, é importante checar o prazo de validade.

 

A bateria pode parar de funcionar sem aviso prévio, e isso é muito mais comum do que se pode imaginar. Nesse sentido, esquecer de checar o prazo de validade da bateria é um risco alto, pois você pode ficar na mão quando menos esperar. Caso tenha comprado ou esteja pensando em adquirir um carro usado, peça informações sobre o estado da bateria ao proprietário do veículo.

 

Toda bateria tem ano e data, além do código de fabricação. Com essas informações, um técnico ou profissional pode verificar o tempo que resta de vida útil. Ainda mais eficaz do que isso é pedir a um profissional que faça testes para saber por quanto tempo mais a bateria irá durar ou se será necessário troca-la.

 

Um caso menos comum, mas que também faz necessária a troca da bateria, é quando ocorrem pequenos acidentes. Por exemplo, se o carro passa em um buraco fundo e de forma muito brusca, pode fazer com que a bateria quebre e as lâminas das ligações internas sejam rompidas. Nesse caso, a bateria perderá completamente a utilidade e precisará ser trocada.

 

Dica Extra: como escolher o modelo certo de bateria?

Saber escolher o modelo correto de bateria para o seu carro é fundamental. Para isso você precisa verificar a informação no manual do proprietário ou consultar um especialista, que poderá identificar o modelo correto de bateria com informações sobre o ano, marca e modelo do seu veículo.

 

Existem casos em que o proprietário pode escolher por baterias mais potentes do que aquelas que vêm de fábrica. Isso vai variar de acordo com a capacidade do alternador e da necessidade de gerar energia para os equipamentos eletrônicos do carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
1
×
Olá,
podemos te ajudar?